segunda-feira, 23 de abril de 2018

CANETA PRESTO BLUE GUN

Quando troquei o muzzle da Cometa 220, notei um risco na oxidação, em volta do cano. Não sei se o risco foi feito na instalação do muzzle original ou quando eu retirei ele, mas era algo que me incomodava.
Pesquisando sobre formas de retocar a oxidação, descobri essa caneta Presto Blue Gun, que tem exatamente essa função. Ela basicamente usa um ácido que vai produzir uma oxidação a frio no metal, no local do reparo.
Limpei bem o local, apliquei o ácido com a caneta em cima do risco, com bastante cuidado, depois limpei e passei um bombril com óleo. Repeti esse processo por três vezes.
O resultado não ficou perfeito, mas melhorou muito o risco, acho que uns 82%.
Para mim, valeu a pena.
 

terça-feira, 17 de abril de 2018

MUZZLE BREAK QUICK SHOT


Não gostava do muzzle break original que veio na Cometa 220 e resolvi tirar. Além de ser feio, a massa de mira atrapalhava a visada com a luneta. Mas aí não gostei de como a carabina ficou sem, então comprei um muzzle da Quick Shot.
Esse muzzle serve para carabinas com cano de 15mm de diâmetro, e, como o cano da Cometa tem um pouco menos que isso, precisei usar algumas voltas de fita isolante para ficar bem centralizado. Depois, bastou apertar os parafusos.
Gostei bastante do resultado, achei que ficou melhor do que o original.
muzzle quick shot
muzzle quick shot
muzzle quick shot
muzzle quick shot
muzzle quick

segunda-feira, 2 de abril de 2018

CARABINA COMETA FUSION PREMIER


Ganhei mais uma carabina, em outro sorteio, no mesmo Fórum da internet. Foram duas em menos de dois meses. Deve haver algo errado com o universo... melhor para mim!
A arma vez foi uma Cometa Fusion Premier, também no calibre 4,5.
A Fusion Premier é o modelo top de linha da Cometa, entre as carabinas de mola. Era um sonho de consumo que eu tinha.
Ela é bem maior e mais pesada do que a 220 e a coronha em madeira de lei é quase uma obra de arte. O cano é do tipo bull barrel, martelado a frio, vem com supressor de ruído embutido e air stripper de alumínio na ponta.
Resumindo, é uma das armas mais bonitas que já vi.
O gatilho é bem leve e macio, com regulagem de peso e de curso.
O ponto negativo fica por conta do gas ram de 40 kg instalado pela Rossi, que produz um recuo muito grande.
Mesmo assim, a arma se mostrou bem precisa na mira aberta a 10 metros (considerando a mediocridade do atirador).
Quando puder, vou mandar instalar um kit gas ram da Elite com pistão aliviado, que deve deixar a arma mais estável e com menos recuo.


segunda-feira, 19 de março de 2018

PISTOLA BEEMAN P-17 - TROCA DE CANO (E DE CALIBRE)

troca de cano
Queria saber se dava para mudar o calibre da minha pistola Beeman P-17 de 5,5 para 4,5 apenas trocando o cano, mas não achei nada na internet a respeito.
Resolvi arriscar e comprei um cano 4,5, na esperança de que fosse possível fazer a troca.
E deu certo. Os canos são idênticos, à exceção do diâmetro interno. 
Para fazer a substituição, basta soltar os dois parafusos que seguram uma chapinha de metal na parte interna. Bem fácil.
Dá para ter uma pistola com os dois calibres: 5,5, com mais impacto, e 4,5, mais preciso e mais rápido.
troca de cano
troca de canotroca de cano