segunda-feira, 19 de setembro de 2016

ATADO: BEND BACK FLY



Minha versão do streamer no estilo “bend back”. Essa isca tem a vantagem de trabalhar com a ponta do anzol virada para cima, evitando enroscos, como uma clouser, só que sem o peso desta.
Fiz um teste com as tabaranas e funcionou bem, mas, no primeiro peixe pego, o flashabou que usei para encapar a haste do anzol partiu, mesmo tendo usado head cement para acabamento. Dessa vez usei resina.
Achar anzol próprio para esse tipo de streamer é a parte mais complicada. Nesse caso, usei uma solução bem tabajara, ou seja, entortei a haste do anzol Tiemco 9395, #4.

Materiais:
- Anzol Tiemco 9395, #4, com a haste levemente torta
- Fio de chumbo
- Flashabou para encapar a haste do anzol
- Resina epoxi
- Um chumaço de fibras de soft hackle vermelho para a guelra
- Bucktail branco e amarelo
- Krystal Flash pérola e amarelo
- Fibra de pena de pavão
- Olhos
- Fio Ultra Thread 70, preto

HASTE COM LASTRO DE CHUMBO, PARA ENFRENTAR AS CORREDEIRAS
JÁ RESINADO...
fly
 

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

PESCARIA - TABARANAS NO FLY - 10/09/2016



Mais uma pescaria no rio que chamo carinhosamente de tabaranódromo mineiro.
Segunda vez seguida lá com apenas poucas ações de peixes pequenos. O rio estava baixo e com a água bem limpa.
A última vez que saiu uma tabarana boa foi em maio. Acho que no ano passado foi assim também.
Duas ideias me vêm à cabeça.
A primeira, é de que os bons exemplares que subiram o rio na cheia foram parar na panela de alguém.
A segunda, é de que as tabaranas maiores, depois da piracema, desceram para a parte mais baixa do rio, antes do período de seca, ficando apenas os exemplares menores. Espero que essa teoria seja a correta.
Mesmo com peixes pequenos, o negócio é divertido.
Pensando agora em arranjar uma vara #4 rápida, linha intermediate e iscas menores, para a brincadeira ficar mais esportiva.

terça-feira, 19 de julho de 2016

PESCARIA NO INVERNO - TABARANAS - CARRETILHA REDINGTON ZERO

fly

Uma tentativa de pescaria em pleno inverno. Apesar da água bem fria (e da virada do tempo no meio do dia), tivemos várias ações de tabaranas, pequenas, quase todas escaparam depois de alguns saltos. Considerando as condições climáticas, até que foi bom. Só de estar lá já é bom.
Aproveitei a oportunidade para testar a carretilha Redington Zero, #4/5. A única coisa que não gostei foi do freio de “click”, mais mole do que eu esperava, chegava a formar cabeleiras se puxava a linha com muita força. Fiz uma gambiarra para tentar melhorar. Fora isso, gostei dela, é bonita, leve e aparentemente robusta. 
redington zero fly reel
redington zero fly reel
redington zero fly reel
A "gambiarra"


quinta-feira, 9 de junho de 2016

DICA DE ATADO - OLHOS TABAJARA PARA STREAMERS

Dá para fazer de qualquer tamanho, mas costumo fazer minúsculos, para usar para streamers beeem pequenos. É muito simples.

Materiais:

- papel alumínio
- fita dupla face fina
- tinta preta ou caneta permanente
- furador para cintos (encontrados em lojas de 1,99)

* No final, é bom passar uma camada generosa de cement ou esmalte sobre os olhos, para proteger

domingo, 22 de maio de 2016

ATADO: DECEIVER PARA TABARANAS

Resolvi montar um passo a passo desse pequeno streamer que tem feito bastante sucesso com as tabaranas. Trata-se de uma variação da famosa Lefty Deceiver, bem simples, com um colar feito com um marabou menor, que movimenta muito bem na água.

Ingredientes:
- anzol nº 2
- 4 penas (saddle)
- bucktail
- krystal flash e flashabou
- uma pena de marabou (woolly bugger marabou)
- fibras de pena de pavão
- olhos
- um pedaço de fluorocarbono para o anti-enrosco
- linha Ultra Thread 70

tabarana
tabarana
tabarana
tabarana
tabarana
tabarana
tabarana
tabarana
tabarana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...